Cartão corporativo de Bolsonaro pagou 356 lanches em centro espírita no Ceará; veja lista

As despesas do cartão corporativo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) somam R$ 307 mil em estabelecimentos no Ceará ao longo dos últimos quatro anos. Duas semanas depois de a planilha com os gastos do feito por Bolsonaro serem liberados, agora é possível saber o que foi comprado com os valores contabilizados no Estado.

A maior parte das despesas foram com hospedagem, como no aluguel de 102 quartos de hotel em Viçosa do Ceará na mesma época, em fevereiro de 2021. Na época, ele cumpriu agenda em Tianguá, na Serra da Ibiapaba, e Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Em momento crítico da pandemia, houve aglomerações em Tianguá, o que levou a questionamento do Ministério Público.

Além de hospedagem, o cartão de Bolsonaro foi usado também com alimentação. Em uma visita ao Ceará em fevereiro de 2021, foram pedidos 400 kits lanche com brownie, croissant, hot dog, bombom, recheado, mini refrigerante de 250 ml e água de 500 ml. O custo total foi de R$ 4.800. Outros 356 lanches foram pedidos em um centro espírita, quando o Bolsonaro passou por Viçosa do Ceará.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os dados são da agência Fiquem Sabendo, que conseguiu, por meio de Lei de Acesso a Informação (LAI), que o Governo Federal liberasse o acesso às cópias das notas fiscais de todas as compras de Bolsonaro. A escaneou cerca de 2,6 mil páginas – 20% do total.

Por isso, os gastos no Ceará podem aumentar. Por exemplo, na planilha da semana passada há uma despesa de R$ 25 mil em uma hamburgueria, em Juazeiro do Norte, que ainda não aparece nos dados mais recentes.

O uso do cartão corporativo não é feito diretamente pelo presidente da República. Essa despesa pode incluir gastos do chefe do Executivo e da equipe mais próxima, como seguranças e assessores que acompanham em viagens, por exemplo. As assinaturas das notas de compras no Ceará foram feitas por assessores técnicos, ambos militares: Ivan Dias Fernandes Junior, assessor militar, e  Alex Dall Osso Minussi, assessor militar na Coordenação-Geral de Eventos, Viagens e Cerimonial Militar.

Confira as compras

Pousada Margaridas
Viçosa do Ceará, em fevereiro de 2021
Detalhe da despesa: foram 76 quartos com valor unitário de R$ 160 reais, o total foi de  R$ 12.160,00
Quem assinou: Alex Dall Osso Minussi, assessor militar na Coordenação-Geral de Eventos, Viagens e Cerimonial Militar

Pousada Serra Verde
Viçosa do Ceará, em fevereiro de 2021
Detalhe da despesa: Foram 66 quartos com valor unitário de T$ 130 entre os dias 22/02/2021 a 26/02/2021 com total em R$ 8.580,00
Quem assinou: Alex Dall Osso Minussi, assessor militar na Coordenação-Geral de Eventos, Viagens e Cerimonial Militar

Serra Grande
Tianguá, em fevereiro de 2021
Detalhe da despesa: não há a quantidade de quartos, mas a nota soma mais de R$ 25.400, entre R$ 10.220 com refeições e R$ 25.400 com hospedagem
Quem assinou: Alex Dall Osso Minussi, assessor militar na Coordenação-Geral de Eventos, Viagens e Cerimonial Militar

Um funcionário do estabelecimento informou ao O POVO que alguém ligado à presidência ligou para fechar o aluguel para cerca de 50 pessoas. O presidente, no entanto, não ficou no estabelecimento. Antes da chegada da comitiva, foi feita uma inspeção para saber se era seguro. Segundo ele, quem ali se hospedou pertencia ao Exército.

Centro Espírita O Pobre de Deus
Viçosa do Ceará, na manhã do dia 26 de fevereiro de 2021
Detalhe da despesa: foram 356 combos lanche com valor unitário de R$ 20,35 e 13 águas no valor de R$ 2,50. A nota totaliza o valor de R$7.277
Quem assina: Ivan Dias Fernandes Junior, assessor militar 

Hotel Luzeiros
Fortaleza, em 26 de fevereiro de 2021
Detalhe da despesa: não há a quantidade de quartos, mas a nota consta o valor de R$ 50.322,63
Quem assina: Ivan Dias Fernandes Junior, assessor militar 

Panificadora e confeitaria Benfica
Fortaleza, em 25 de fevereiro de 2021
Detalhe da despesa: 400 kit lanche com Brownie, Croissant, hot dog, bombom, recheado, mini refrigerante de 250 ml e água de 500 ml. O total ficou em R$ 4.800
Quem assina: Ivan Dias Fernandes Junior, assessor militar

Phoenix Soluções e Eventos
Eusébio, em 25 de fevereiro de 2021
Detalhe da despesa: 200 grades com o custo unitário de R$ 18,59, somando R$4.350,59
Quem assina: Ivan Dias Fernandes Junior, assessor militar

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags


presidente Lula
ex-presidente Bolsonaro
cartão corporativo
gastos Ceará
centro espítira